quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Semana de Cursos da FACCAMP e Palestra sobre Fernando Pessoa

Esta é a Semana de Cursos da FACCAMP (Faculdade Campo Limpo Paulista) onde contamos com uma programação diferenciada com palestras e oficinas com professores convidados e profissionais da área, de acordo com cada curso da faculdade.

Sinceramente, a grade do curso de Comunicação Social não me interessou muito, mas, como sempre, adorei os temas presentes na grade das turmas de Letras, História e Administração, então, fiz um cronograma personalizado para mim:

Quarta-feira (23)
19h30
Um Olhar Caleidoscópico e vanguardista para a sociedade: as múltiplas personalidades de Fernando Pessoa (s)
Dra Jaqueline Massagardi Mendes
Quinta-feira (24)
20h
Cultura Celta: um dos princípios da cultura inglesa.
Dra Jaqueline Massagardi Mendes
21h
Empreendedorismo Feminino: em um mundo masculinizado, como as mulheres conquistam seu espaço?
Dr Mauro Elias Gebran
Sexta-feira (25)
19h30
Contabilidade para pequenas e médias empresas
Adriano Gilioli

A Dra Jaqueline Massagardi foi professora do meu namorado em seu curso de pós-graduação em Gestão de Pessoas, então estava curiosa para conhecê-la, principalmente por que ela é esposa de um dos integrantes da banda de rock celta Tehilim, que tive a oportunidade de prestigiar na última edição da Feira Medieval Entre Mundos, que acontece anualmente aqui na minha cidade (Várzea Paulista/SP).

Graduada, mestra e doutora em Letras (Filosofia e Língua Portuguesa), deu para perceber que gosta muito de estudar etimologia, pois durante toda a sua palestra ficava desconstruindo as palavras, recorrendo a diferentes possibilidades de significantes. Minha professora de Língua Portuguesa, Sônia Berti, também é assim.

Para compreendermos Fernando Pessoa, Dra Massagardi discorreu sobre diferentes manifestações artísticas ao longo do século XX e que antecedem ao cubismo, como o futurismo, expressionismo e dadaísmo. Além disso, fez uma espécie de psicografia dos poemas do a(u)tor (como ela gosta de chamá-lo) e falou sobre seus heterônimos (que é mais que pseudônimo). Para finalizar, deixou-nos uma reflexão sobre a sociedade multipolar e questionou-nos se não estávamos vivenciando isto no presente momento.

“A arte é um grito antecipado do povo” Jaqueline Massagardi Mendes

Identifiquei-me muito com sua pessoa, seu estilo de ministrar uma aula. Principalmente por que sempre fui apaixonada pelas palavras e, especialmente, pela língua portuguesa. Curiosamente, quando eu tinha cerca de oito a nove anos, comecei a ampliar meu vocabulário inspirada pela leitura do livro Bolsa Amarela, de Lygia Bojunga, cuja personagem colecionava palavras. Assim, sempre que via uma palavra nova que me interessasse, ou que achasse muito bonita, anotava em meu caderninho e pesquisava seu significado no dicionário para transcrever à frente, além de seus respectivos sinônimos. Foi assim que o termo “todavia” entrou em minhas redações, acredito que era a única do ensino fundamental (e talvez ainda seja, agora no ensino superior) que fazia uso desta palavra tão esquecida.

Estou ansiosa para assistir a palestra de hoje, por gostar da cultura inglesa e, especialmente, da cultura celta, mas também pela palestrante. Depois, seguirei com a palestra sobre empreendedorismo feminino que, curiosamente será ministrada por um homem (sem preconceitos, juro!).

0 comentários:

Postar um comentário

Created By Sora Templates