quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Escrever pra que?

Eu amo escrever. Eu sinto muita falta de criar histórias. Mas escrever pra que, se eu não serei lida?

A escrita está sendo o meu ofício agora. Estou aprendendo a deixar meu egoísmo de lado para escrever pros outros. Eu escrevo para a faculdade e para o trabalho. Nos jornais e nas redes sociais. O que resta eu guardo no meu blog. O que não pode ser lido eu escondo no meu diário.

Para extravasar a necessidade de criar histórias, eu me refugio no The Sims. Onde estão as palavras? Elas se desmancharam em passos de dança. Eu sei, são outras interpretações. Mas no jogo eu posso registrar a história. Na dança eu posso ser lida.

Em meio aos rascunhos e rabiscos, histórias não terminadas ou que precisam ser aprimoradas, além dos meus péssimos contos e tentativas desastrosas de poema, crônicas e dramaturgia... Eu tenho um livro esperando para ser publicado. Meu último escrito concluído está guardado na gaveta, e talvez seja lá que ele vá permanecer. A não ser que seja agraciado pelo destino.

Mas, enquanto isso, escrever pra que, se eu não posso ser lida?

0 comentários:

Postar um comentário

Created By Sora Templates