quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Sonhar, Desejar e Realizar

Se você deseja ardentemente o que não é seu, perde o que é seu. – Epíteto (filósofo grego)
Estou na metade da leitura do livro “Cinderela de Saia Justa – Para quem não vive um conto de fadas, mas merece finais feliz”, escrito por minha diva Chris Linnares. Essa leitura está  sendo muito útil para eu colocar meus planos em prática. O tema do post de hoje, de acordo com o procedimento da leitura, é o sonho, aqui compreendido como a maior meta que buscamos em nossa vida. Afinal, quando deixamos de ter um motivo para viver, deixamos de viver, ficamos ligados no piloto automático apenas vegetando nesse mundo.

Palavras da Chris

Existe uma força que impulsiona todo ser humano a encontrar sua plena realização. Alguns denominam essa força de Deus, Força Cósmica, Anjos, Fadas. Outros preferem crer apenas na ciência, e se dispõem a seguir renomados pesquisadores do comportamento humano.
A força que me impulsiona a encontrar minha plena realização é meu Senhor Jesus, e eu mesma. Mas conheço pessoas pagãs, que acreditam na força natural das coisas, e também conheço ateus, que não acreditam em nenhuma força sub-humana, contando apenas consigo mesmos para a realização de seus planos. Indiferente do tipo de força que acreditamos, ninguém vai chegar a lugar nenhum se não souber conduzir essa força da maneira correta. E qual é a maneira correta?
No clássico conto de fadas da Cinderela, o baile real simboliza o seu grande sonho, o que sua alma mais deseja, e este é o motivo que a fez se dispor a trabalhar e a se esforçar, ao invés de reclamar e se deixar dominar por pensamentos destrutivos.
Que é o que vejo muita gente fazer, e depois ainda se perguntam por que nada dá certo para elas. Há pessoas que tem grandes sonhos, mas julgam seus sonhos impossível de ser realizado, então se nem elas acreditam nessa possibilidade, qual a probabilidade desse sonhos se tornarem reais? O Bispo Edir Macedo (da igreja Universal, que é a igreja que eu frequento) sempre diz que “se você tem um grande Deus, pode se dar o direito de ter grandes sonhos, pois se você pensa grande, grandes coisas acontecerão na sua vida, mas se você pensa pequenininho…”, e acredita que eu vejo muitos religiosos que creiam no mesmo Deus que eu, mas se conformam com uma vida medíocre? Um absurdo isso. E não estou falando de coisas materiais, dinheiro em abundância e poder e tal, não, me refiro a coisas simples e importantes da nossa vida, como uma relação amorosa estável e uma vida familiar prazerosa.
Como a Chris Linnares é cristã, é normal ela encontrar bons exemplos através de histórias bíblicas. Então, mais uma vez ela cita uma história muito conhecida da bíblia em comparação ao clássico conto de fadas:
Davi, aos olhos dos outros, era um simples pastorzinho de ovelhas lá nas colinas de Belém, mas ele tinha potencial para ser o homem que iria vencer o gigante Golias e se tornar rei. Encontramos tanto em Cinderela como em Davi uma característica semelhante e própria dos verdadeiros heróis e heroínas. Em nenhum momento quando Davi era um simples pastor e Cinderela fazia trabalhos domésticos, você os encontra reclamando com pensamentos como “Que saco, por que ninguém reconhece o que eu faço?”. De repente, você está fazendo um trabalho que não é reconhecido pelos outros, algo considerado simples. Talvez até sinta que não tem muitos recursos, assim como Cinderela, que só tinha um vestidinho velho para ir ao baile, ou Davi, que para lutar com o gigante Golias não dispunha de uma armadura maravilhosa. Mas, como herois, eles ouviram o chamado da vida, se autorizaram a seguir os desejos de seu coração e, mesmo aparentemente sem recursos, conseguiram sua realização.
E ela completa: A atuação dessa força que nos impulsiona na realização do nosso caminho ocorre através de nós, na nossa situação, com nossos próprios recursos, da maneira que verdadeiramente somos.
Basta estarmos abertos as oportunidades que a vida nos oferece, não é mesmo? Para concluir, leia o texto abaixo e voz alta e coloque em prática o que está lendo:
A Partir de Hoje eu me Autorizo…
… A aceitar os anseios da minha alma;
… A sentir os desejos que pulsam em meu coração;
… A conhecer minhas emoções mais profundas;
… A despertar meus talentos e potencialidades;
… A trabalhar para realizar meus verdadeiros sonhos;
… A me libertar para encontrar meu caminho;
… A valorizar o que tenho e o que sou;
… A ter coragem de reconhecer o que é importante para a minha vida;
… A ser vitoriosa na minha vida pessoal e profissional;
… A não me comparar nem a me desvalorizar.
Porque onde estou e como estou é a porta de entrada para a realização da minha história. Uma história única e fascinante, na qual a autenticidade é minha maior diretriz.
Que isso sirva para todos nós.

Beijocas da Meh

0 comentários:

Postar um comentário

Created By Sora Templates